Trechos do livro “Does it Matter?”, de Alan Watts.

Alan Wilson Watts (1915 – 1973) foi um filósofo britânico, escritor, palestrante e um dos pioneiros na divulgação da sabedoria oriental ao ocidente.

Baseando-se em uma grande variedade de tradições (como a filosofia chinesa, o hinduísmo, o budismo, o taoísmo e a ciência moderna) Watts sintetiza os principais ensinamentos que permitem o indivíduo a encontrar-se com sua profunda natureza.
Com grande lucidez de pensamento e simplicidade na linguagem, Watts apresenta respostas ao mal-entendido fundamental, o mistério central da existência, a realidade sobre quem somos nós.
Como um grande intérprete das disciplinas orientais, Watts difundiu que nossa concepção sobre nós mesmos é um mito; sendo as entidades que chamamos de “coisas separadas” meramente aspectos ou características de uma mesma unidade.

🙏 Adquira os livros de Alan Watts através do nosso link na Amazon:
Torne-se o que Você É:
https://amzn.to/3ySB9D3

Mito e Religião:
https://amzn.to/3BnoQQt

A Sabedoria da Insegurança:
https://amzn.to/3e9qb4j

Lista de livros de Alan Watts:
https://amzn.to/3yESbaL

“Em 1968, não muito tempo atrás, o Congresso votou, com muita retórica patriótica, pela imposição de severas penalidades a qualquer um que se atrevesse a queimar a bandeira dos Estados Unidos. No entanto, os próprios congressistas que aprovaram essa lei são responsáveis, por atos ou omissão, por queimar, poluir e saquear o território que a bandeira deveria representar. Nisso, eles exemplificavam a falácia peculiar e talvez fatal da civilização: a confusão do símbolo com a realidade.”.
Alan Watts.

“A ‘realidade’ é de fato mental, ou espiritual.
Estou tentando falar sobre algo indizível, e que palavras e outros símbolos apenas representam.
Como disse Santo Agostinho de Hipona quando perguntado sobre a natureza do tempo: ‘Que é, pois o tempo? Se ninguém me pergunta, eu sei; se quero explicá-lo a quem me pede, não sei’.
A questão é que estou tentando focar a atenção no que está acontecendo de forma distinta das várias maneiras pelas quais é descrito por meio de palavras, números e outros símbolos”.
Alan Watts.

“Quando o indivíduo é definido e sentido como a personalidade ou um ego separado, ele permanece inconsciente de seu corpo real.
Como, então, o sentido do eu pode ser mudado?
Pela educação científica?
Isso convence o intelecto, mas não as emoções.
Pela religião?
Os registros não nos dão muita esperança.
Por psicoterapia?
Muito lento.
Se algo deve ser feito a respeito, e feito a tempo, devo concordar com Aldous Huxley, que nosso único recurso pode ser a psicofarmacologia, um produto químico, uma pílula, que traz a mente aos seus sentidos.
Embora eu tenha muita simpatia por esses métodos (LSD, etc.), eu ficaria tão relutante em tentar mudar o mundo com psicodélicos quanto em dosar a todos indiscriminadamente antibióticos. Ainda não sabemos que danos ecológicos estes últimos podem ter causado, quão profundamente eles podem ter perturbado certos equilíbrios da natureza.
Tenho, portanto, outra sugestão, talvez igualmente inaceitável. Isto é, simplesmente, que nada seja feito sobre isso”.
Alan Watts.

Músicas: Benja – The Barrenness of a Busy Life
(https://youtu.be/-Lx893mezyg)

Buddha Kid – Vacuum
(https://youtu.be/z05Nr8zZlds)

=======================================

🎯 Corvo Seco é um grupo de estudos sobre a não-dualidade.
🙏 Ajude a manter nosso canal:
PIX: pixcorvoseco@gmail.com

📷 Instagram: https://www.instagram.com/corvoseco/
💻 Facebook: https://www.facebook.com/corvoseco/
📩 Entre em contato: contato@corvoseco.com.br

#AlanWatts #Autoconhecimento

source

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *